Projeto LGBTI+ e Covid-19

Experiências LGBTI+ de desastres, interseccionalidade e espaço

Dr. Billy Tusker Haworth (pronomes neutros e/ou masculinos) – coordenador da pesquisa, Instituto de Conflitos e Resposta Humanitária da Universidade de Manchester
Luan Cassal (pronomes masculinos) – Assistente de Pesquisa, Instituto de Educação da Universidade de Manchester
Tiago de Paula Muniz (pronomes masculinos) – Assistente de Pesquisa, Instituto de Conflitos Resposta Humanitária da Universidade de Manchester
Dra. Christine Eriksen (pronomes femininos) – Colaboradora, Centro de Estudos de Segurança, ETX Zurique
Dr. Scott McKinnon (pronomes masculinos) – Colaborador, Universidade de Wollongong
Dra. Stephanie Rinaldi (pronomes femininos) – Consultora administrative voluntária, Instituto de Conflitos e Resposta Humanitária da Universidade de Manchester

Financiamento:
2020-2021: Edital de apoio ao projeto “Experiências LGBTI+ no Covid-19 (Reino Unido e Brasil) pelo Conselho de Pesquisa Econômica e Social do Reino Unido (Economic and Social Research Council, ESRC).
2019: Bolsa de pesquisa pelo Centro para Cultura, Ambiente, Sociedade e Espaço da Universidade de Wollongong.

Resumo:
Pessoas lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexo (LGBTI+) frequentemente são desconsideradas em respostas a desastres e demais estratégias humanitárias. Entretanto, essas populações vivem vulnerabilidades específicas relacionadas a desigualdade e discriminação. Quando pessoas LGBTI+ são mencionadas, geralmente isso acorre como um grupo uniforme. Entretanto, devemos considerar que suas experiências não são homogêneas, havendo múltiplos subgrupos e marcadores identitários. Portanto, esse projeto investiga as seguintes questões:

  1. Como as variadas experiências de marginalização dentro da comunidade LGBTI+ influencia em sua vulnerabilidade em situações de emergência e desastre?
  2. Que estratégias e habilidades as pessoas LGBTI+ usam para lidar com desastres, emergências, saúde pública e outras crises?
  3. De que forma atividades como mapeamento participativo podem ser usadas como ferramentas de pesquisa e de defesa para redução do risco de desastre entre grupos e populações marginalizadas?
  4. Como estratégias humanitárias e de resposta a desastres podem ser mais inclusivas as necessidades das pessoas LGBTI+?

Maiores informações: billy.haworth@manchester.ac.uk, cassal@manchester.ac.uk

Mais sobre Dr. Billy Tusker Haworth:
Eu sou um geógrafo, pesquisador, e atualmente professor no Instituto de Conflito e Resposta Humanitária da Universidade de Manchester (Inglaterra). Eu leciono estudos críticos de sistemas informacionais geográficos (Geographic Information Systems, ou GIS) e gestão de desastres internacionais. Minha pesquisa e especialidade se localizam na intersecção entre geografia humana crítica, GIS e ciências da informação espacial, e estudos internacionais de desastres. Minhas áreas de pesquisa principais incluem estudos críticos e participativos de GIS, vulnerabilidades a desastres, marginalização LGBTI+, e graffiti em áreas de conflito e paz. É central para meu trabalho o desejo de perceber, expor e potencialmente empoderar vozes marginalizadas.

Minha formação é em geografia e ciências da informação geográfica (graduação, mestrado e doutorado) pela Universidade de Sidney (Austrália). Recebi bolsa de doutorado pelo Bushfire & Natural Hazards CRC, o prêmio de Pesquisa em Pós-Graduação da Faculdade de Ciências em 2015, uma bolsa de estudos pela Associação Internacional de Wildland Fire em 2015, e o prêmio Jovem Cientista da ESRI-Austrália em 2015. Em 2016, eu fui recebi o Prêmio de Reconhecimento Especial da Bushfire & Natural Hazards CRC e da Escola de Geociências da Universidade de Sidney. Em 2019, fui indicado para o prêmio de Excelência de Ensino da Faculdade de Humanidades da Universidade de Manchester, e em 2020 e 2021, fui indicado para o Prêmio Nacional de Diversidade do Reino Unido, na categoria de Modelo Positivo LGBTI+.

Produções do projeto de pesquisa e demais atividades:

Em português:

Cassal, L., Haworth, B.T. (2021, July). População LGBTI+ no Brasil deixada à própria sorte durante a pandemia de Covid-19: Vulnerabilidades, estratégias de enfrentamento e recomendações para políticas públicas inclusivas em tempos de crise. Policy@Manchester bloghttps://tinyurl.com/exfwsjwe

Cassal, L., Haworth, B.T. & Muniz, T. (2021). Aprendendo com experiências de pessoas LGBTI+ durante a Covid-19 em SP e RJ (relatório para política pública). HCRI Policy Brief Series. https://www.hcri.manchester.ac.uk/research/publications/policy-brief-series/lgbtiq-covid-experiences/lgbtiq-covid-experiences-brazil/.

Em inglês:

Cassal, L., Haworth, B.T. (2021, July). LGBTIQ+ people in Brazil left to support themselves during COVID-19: vulnerabilities, coping strategies, and recommendations for more inclusive crisis policies. Policy@Manchester bloghttps://tinyurl.com/etzm7y9s

Haworth, B.T. (2021). Invited keynote at Inter-Engineering REENG Pride event: LGBTIQ+ Experiences of Gender and Sexual Minorities during Crisis, 3 June.

Haworth, B.T. (2021, March). LGBTIQ+ experiences of COVID-19 in the UK and the need for more inclusive crisis policies. Policy@Manchester bloghttps://tinyurl.com/d3xut95c

Haworth, B.T. (2021). Learning from LGBTIQ+ experiences of COVID-19 in the UK for future crises: Considerations for policymakers and practitioners. The Manchester Briefing, issue 31. https://www.alliancembs.manchester.ac.uk/media/ambs/content-assets/documents/news/the-manchester-briefing-on-covid-19-b31-wb-5th-march-2021.pdf

Haworth, B.T. (2021). Learning from the UK’s LGBTIQ+ experiences of COVID-19 for future crises. HCRI Policy Brief Series, 01/21. https://www.hcri.manchester.ac.uk/research/publications/policy-brief-series/lgbtiq-covid-experiences/

Haworth, B.T. (2020). Researching experiences of gender and sexual minorities during the COVID-19 pandemic. Blog post and podcast, October 2020. Posted on www.blog.hcri.ac.uk and billyhaworth.com/blog.

Haworth, B.T. & de Paula Muniz, T. (2020, presented paper). LGBTIQ+ experiences of the COVID-19 pandemic: a comparative study of vulnerabilities and coping strategies in the UK and Brazil. HCRI COVID-19 book event (online), University of Manchester, September 2020.

Haworth, B.T., Eriksen, C. & McKinnon, S. (2019, May). Online tools can help people in disasters, but do they represent anyone? The Conversation.

Haworth, B.T. (2019, presented paper). Queer experiences of disasters, intersectionality and the spatial dimension: a working proposal. ACCESS seminar series, University of Wollongong, Wollongong, April.